https://www.saojoaobraga.pt/wp-content/uploads/2020/06/WhatsApp-Image-2020-06-19-at-14.57.14-e1595588389898.jpeg

NOTÍCIAS

Julho 2, 2020

São João de Braga dentro de portas conquista atenção no digital

A edição 2020 do São João de Braga fica marcada pelo cancelamento das festas no seu formato físico, bem como pela migração de parte do programa sanjoanino para os canais digitais. Ao todo, foram mais de 211 mil visualizações dos diretos transmitidos pela Associação de Festas de São João, 255 mil pessoas alcançadas, centenas de comentários e milhares de partilhas no Facebook.

Para Firmino Marques, presidente da Associação de Festas de São João de Braga, “a iniciativa foi um êxito, tendo aproximado ainda mais o São João de Braga da comunidade digital, sobretudo daquela que na diáspora não consegue, num São João ‘normal’, marcar presença nas festas”.

Da lista dos eventos mais concorridos, destacam-se a apresentação do segundo avanço do projeto de reinterpretação do cancioneiro sanjoanino, “Este Pandeiro”, o concerto da banda bracarense Farra Minhota e ainda os cantares ao desafio.

A pensar já na edição de 2021, Firmino Marques afirma que a aposta nas transmissões digitais irá manter-se, sublinhando que a mesma “estava já pensada para a edição 2020, mas numa escala ligeiramente menor, uma vez que estávamos a trabalhar na transmissão integral de apenas alguns eventos”. “Construímos laços digitais com a comunidade espalhada pelos quatro cantos do mundo, como nos foram dando nota através de mensagens privadas e comentários nas redes sociais, e em 2021 iremos levar, mais uma vez, o São João de Braga ao mundo”, acrescenta ainda.

 

Concerto solidário reforçou apoio de empresas bracarenses ao fundo social sanjoanino

Com uma assistência que permitiu garantir o cumprimento das normas e distâncias de segurança, o valor angariado com a bilhética do concerto solidário dos Amor Electro foi reforçado pela doação de dinheiro por parte da Super Bock, Braga Parque, SABSEG, Braga Conta, Balanças Paulo, Balanças Marques, ABB, Costeira, McDonalds, Casais, Bernardo da Costa e AGERE.

Recorde-se que o valor arrecadado reverterá, na sua totalidade, para o fundo social sanjoanino, sendo canalizado, neste momento, para o projeto Housing First, desenvolvido em parceria com a Cruz Vermelha Portuguesa.

1+