Cancelamento das festas de São João de Braga 2020

A Associação de Festas de São João de Braga anunciou, na tarde desta segunda-feira, 30 de março, o cancelamento das festividades de São João de Braga em 2020.

Foi através de um vídeo publicado nas redes sociais da organização, que foi confirmado o cancelamento das festas, na sequência do Estado de Emergência Nacional, das recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS), do Plano Nacional de Preparação e Resposta à Doença por novo Coronavírus (COVID-19) e em complemento às medidas já anunciadas no Plano de Contingência Municipal.

Para Firmino Marques, Presidente da Associação de Festas de São João de Braga, a difícil e histórica decisão era inevitável dada a evolução repentina da pandemia. “Com as nossas responsabilidades, enquanto organizadores de uma festa dedicada a São João e vivida intensamente pelo povo, nunca poderíamos pôr em causa a salvaguarda da saúde de cada bracarense e visitante, daí que esta, apesar de difícil, ter sido uma decisão ponderada e recomendada pela situação imprevisível que vivemos atualmente”, adianta.

A pensar já na edição de 2021, o responsável máximo pela organização das festas municipais garante que no próximo ano “as festas regressarão e serão vividas como habitualmente de forma intensa e participada por todos os bracarenses e pelas centenas de milhares de pessoas que demandam até Braga naquela altura do calendário, em que celebramos o santo mais popular entre todos os santos”.

Ainda que as festas de São João de Braga tenham sido canceladas, a organização está a preparar um conjunto de iniciativas que permita à população celebrar, em segurança, a maior festa popular de Portugal. “Apesar desta adversidade, tudo faremos para no dia 24 de junho assinalar, da forma mais adequada, o dia de São João”, conclui Firmino Marques.

Veja o vídeo da comunicação aqui.

Eventos 2020: São João de Braga destaca-se em estudo mediático

A CISION destacou o São João de Braga como um dos eventos a não perder em 2020. 

De acordo com o estudo divulgado pela empresa de media intelligence, que classificou os eventos através do rating CISION, o São João de Braga é a festa sanjoanina com melhor cotação mediática, alcançando um rating de 50. Para trás, ficam sanjoaninas como as da cidade do Porto (46 pontos), de Vila do Conde (9) e da Figueira da Foz (15).

“2020: Os eventos que vão marcar os media é um projeto que classifica as iniciativas a decorrer em Portugal com presença nos órgãos de comunicação social e redes sociais em função do respetivo desempenho mediático durante o ano 2019 ou no último ano da sua edição, reunindo mais de 1.500 eventos.

O estudo está disponível para consulta aqui.


Rating CISION:
Classificação do mediatismo dos eventos no mercado nacional numa escala de valores entre um e 100, em função do seu desempenho na comunicação social e nas redes sociais no ano de 2019 ou, caso o evento não se tenha realizado nesse ano, no último ano da sua realização.
O score mediático determina a atribuição do Rating Cision , que é calculado na comunicação social, com base no número de referências ao evento, pelo
seu protagonismo em contexto informativo e em espaços de entretenimento e pelas audiências potenciais dos órgãos de comunicação social onde foram verificadas essas referências; e nas redes socais, onde o score mediático é calculado com base na dimensão, alcance potencial e engagement alcançado.
Associação de Festas de São João de Braga convida Bracarenses a contribuir para o programa de 2020

A Associação de Festas de São João de Braga volta a desafiar os Bracarenses a contribuir para o programa das festas. Comunidade poderá deixar as suas sugestões até 31 de março.

As festas de São João de Braga primam pelos seus concertos, cortejos e iniciativas solidárias, mas tem na população o grande motor para o êxito. Além do apoio, através do programa de voluntariado e da figuração nas várias iniciativas desenvolvidas, a entidade organizadora desafia os Bracarenses para enviarem as suas sugestões para o programa das sanjoaninas.

De acordo com a organização, um dos principais objetivos para 2020 é que as sanjoaninas, que irão decorrer de 15 a 24 de junho, sejam realizadas por e para os Bracarenses.

Tal como afirma o presidente da Associação de Festas de São João de Braga, Firmino Marques, o evento reflete a essência da cidade de Braga, pelo que deverá contar com a participação de todos os habitantes não só nas atividades realizadas, mas também na elaboração do próprio programa das festas. “Os Bracarenses são a prioridade e deverão sentir-se refletidos no São João de 2020”, diz o responsável.

O presidente da associação acrescenta ainda que “a prioridade deste ano é que este [São João] vá ao encontro das preferências dos habitantes da cidade, pelo que é com muito gosto que a Associação de Festas já está a ultimar um programa que reflita a alma bracarense para que as festas possam ser vividas em pleno.

As sugestões e iniciativas da comunidade deverão ser enviadas para o email geral@saojoaobraga.pt até dia 31 de março.

São João de Braga arranca a 15 de junho

A Associação de Festas de São João de Braga já definiu o calendário para as sanjoaninas de 2020. As festas arrancam a 15 de junho e prolongam-se até 24 de junho.

Com a garantia de muitas horas de programação, as festas de São João de Braga voltarão a envolver toda a sociedade civil em torno da preservação das tradições, enchendo as ruas de cor e alegria.

No ano passado, mais de 1 milhão e 700 mil pessoas viveram o São João de Braga. Os visitantes – nacionais e internacionais – puderam participar nas várias atividades bem como conhecer de perto o momento de excelência do calendário bracarense e da história da cidade.

Depois de cumprir os objetivos na edição de anterior, a Associação de Festas pretende este ano superar o número de visitantes e principalmente as expectativas da comunidade, prometendo ainda mais animação.

VI Concursos de Bandas Filarmónicas destacou 4 bandas

O Altice Forum Braga voltou a acolher o Concurso de Bandas Filarmónicas de Braga, num evento que vai já na sua sexta edição.

A Banda Musical de Fajões alcançou o primeiro lugar no Prémio São João de Braga, enquanto que a Banda Musical de Arouca, a Banda Musical Pinheiro de Ázere e a Banda Marcial do Vale arrecadaram o segundo, terceiro e quarto prémios respetivamente.

Da lista de vencedores do VI Concurso de Bandas Filarmónicas de Braga fazem ainda parte bandas como a Sociedade Imparcial 15 de Janeiro de 1898 – Banda de Alcochete, que foi a grande vencedora do concurso. A Banda Musical de Fajões arrecadou o segundo lugar e o terceiro foi conquistado pela Banda Musical de Arouca.

Na tabela seguiram-se a Banda Musical de Pinheiro de Ázere, Banda Marcial do Vale e a Banda de Música dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso no quarto, quinto e sexto lugares respetivamente.

O prémio Batuta de Prata foi atribuído ao maestro Bruno Costa da Banda Musical de Fajões.

Já o Prémio Afinauto foi entregue à Banda de Música dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso.

 

Associação de Festas de São João de Braga e BragaHabit terão casa para apoio a sem abrigo

Depois de doar a receita angariada na Gala Sanjoanina à comunidade da Beira (Moçambique), afetada pelo ciclone Idai, o Fundo Social e Solidário da Associação de Festas de São João de Braga irá associar-se à BragaHabit e à delegação de Braga da Cruz Vermelha de Braga, para criar uma casa abrigo do São João de Braga.

A nova causa abraçada pelo Fundo Social e Solidário Sanjoanino foi apresentada por Firmino Marques, presidente da Associação de Festas de São João de Braga, durante a Gala de São João de Braga, que aconteceu na passada sexta-feira, 12 de julho, no Altice Forum Braga.

Cada vez mais preocupada com os sem-abrigo que, durante as festas de São João, se mudam para Braga à procura de melhores condições de subsistência, a Associação de Festas de São João de Braga, em conjunto com a BragaHabit e a Cruz Vermelha, irá avançar com a constituição de uma casa partilhada para que os sem-abrigo possam ter um tecto. Caberá à Associação de Festas, com a receita angariada nas diversas iniciativas solidárias a decorrer durante as festividades, contribuir para a renda do imóvel.

Para Firmino Marques “esta medida será essencial para conserguir ajudar a recuperar os sem-abrigo e para que possamos dar um sentido ainda mais solidário às festas”.

“Nos dias das festas, o número de sem-abrigo em Braga cresce exponencialmente, ficando grande parte deles a dormir nas ruas movimentadas do centro histórico. Sabemos que são, na sua grande maioria, sem-abrigo provenientes de concelhos limitrofes, mas queremos dar-lhes uma vida condigna – aos que vêm de fora, mas também aos que vivem no nosso concelho. Para tal, contamos com o apoio da BragaHabit e da Cruz Vermelha para levar a cabo esta missão”, acrecenta.

Recorde-se que o fundo social e solidário sanjoanino, neste primeiro ano, abraçou o apoio às vítimas do ciclone Idai na cidade da Beira (Moçambique). A receita angariada na Gala Sanjoanina foi entregue à Cruz Vermelha Portuguesa, que está em Moçambique a prestar cuidados à comunidade afetada.

Voluntários distinguidos em gala de São João de Braga

Foram 60 os voluntários que, durante 11 dias, dedicaram parte do seu tempo às festas de São João de Braga. O trabalho desenvolvido pelo grupo foi homenageado na Gala de São João de Braga, que decorreu ontem no Altice Forum Braga.

Consciente da importância do grupo de voluntários para o êxito das sanjoaninas de 2019, Firmino Marques, presidente da Associação de Festas de São João de Braga, agradeceu a todo o grupo a dedicação, sublinhando que “[Os voluntários] tiveram a disponibilidade de abdicar do seu tempo para ajudar a organização a construir mais uma edição das sanjoaninas, vivendo de forma muito particular o São João da sua cidade”.

O presidente da associação destacou ainda que o grupo “esteve sempre presente para garantir o apoio a todas as iniciativas, sendo esta a chave do sucesso do São João”.

Já a pensar na edição de 2020, Firmino Marques desafiou os voluntários a renovarem a ligação às festas, tendo convidado o grupo a juntar-se, mais uma vez, ao projeto de voluntariado sanjoanino em 2020.

Recorde-se que o programa de voluntariado das festas sanjoaninas insere-se numa iniciativa de promoção do envolvimento da comunidade bracarense nas festas municipais, dando a possibilidade a cada cidadão, que possa querer ajudar a construir as festas, de se sentir parte do São João de Braga.

Na cerimónia foi ainda entregue, à Cruz Vermelha Portuguesa, a verba angariada pelo Fundo Social e Solidário Sanjoanino, que servirá para ajudar a comunidade da cidada da Beira (Moçambique), devastada após a passagem do ciclone Idai.

Receita de bilheteira da Gala Sanjoanina entregue esta sexta-feira

Acontece já esta sexta-feira, 12 de julho, pelas 21h30, a Gala de São João de Braga. O evento, agendado para o Pequeno Auditório do Altice Forum Braga, servirá para a Associação de Festas de São João de Braga entregar a verba angariada, com a receita de bilheteira da Gala Sanjoanina, à Cruz Vermelha Portuguesa.

Será através do Fundo Social e Solidário Sanjoanino, criado em 2019, que a Associação de Festas de São João de Braga contribuirá para o auxílio às vítimas do Ciclone Idai na cidade da Beira (Moçambique). A verba angariada durante as festividades será entregue aos responsáveis da Cruz Vermelha nacional, de forma a poder ser canalizada para o apoio às vítimas do ciclone que vitimou mais de 700 pessoas e desalojou cenenas de milhares moçambicanos.

A cerimónia contará com a presença do cônsul moçambicano no Porto, Agostinho Milton e tem entrada gratuita.

Recorde-se que o apoio às vítimas do ciclone em Moçambique foi uma causa abraçada, desde o primeiro momento, pela organização das festas sanjoaninas de Braga.

Parque da Ponte ganhou novo fôlego

Concertinas, cantares ao desafio, Canto D’Aqui, Arco Íris e Toy trouxeram nova vida ao renovado palco do Parque da Ponte, nas sanjoaninas de Braga. Com atividades reforçadas, o palco trouxe consigo o reforço da centralidade do Parque da Ponte nas Festas de São João de Braga.

O palco, colocado nas imediações da capela de São João da Ponte, voltou a ser o cenário perfeito para alguns dos momentos mais populares do São João de Braga, mostrando que a área das festividades sanjoaninas se prolonga Avenida da Liberdade abaixo, unindo desta forma a Avenida Central com o Parque da Ponte.

Com o Toy a assumir-se como cabeça de cartaz daquele palco, o encontro de concertinas fez as honras da casa logo no segundo dia das festas, ao juntar mais de uma centena de concertinas para o encontro “Traz a tua Concertina” e milhares de pessoas para assistir. Também os Canto  D’Aqui encheram o palco do Parque da Ponte.

Além dos concertos, o Parque da Ponte acolheu a eucaristia campal do nascimento de São João Baptista que, este ano, contou também com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Obrigado!

Dizer obrigado não é suficiente para agradecer a todos os quantos colaboraram com a Associação de Festas de São João de Braga para levar a cabo a edição 2019 da Maior Festa Popular de Portugal.

Foram 11 dias intensos de dedicação e trabalho sem sono e sem cansaço, primeiro preparando para depois fazer sair às ruas da Augusta Cidade as Festas de São João de Braga,tornando-as um sucesso.

Estes dias de São João foram únicos graças ao contributo de cada pessoa envolvida. Juntos fomos FORTES. Aos Patrocinadores, Parceiros, Instituições e Voluntários envolvidos nas Sanjoaninas de 2019, a Associação de Festas de São João de Braga agradece todo o carinho, empenho e dedicação. Ao Mar de GENTE que demandou do Minho, de Portugal e do Mundo para BRAGA nestes últimos dias, queremos agradecer a visita, fizemos as festas a pensar nas PESSOAS.

Agora, é tempo de colocar mãos-à-obra e trabalhar já para o São João de Braga de 2020!

 

Continuamos a contar convosco, porque o São João é de TODOS !!!