Alguns apontamentos

O São João de Braga é a festa sanjoanina mais antiga de Portugal e é, sem sombra para dúvidas, a Maior Festa Popular de Portugal!

Se há característica que distingue as festas de São João de Braga das restantes festas sanjoaninas de Portugal é a sua história, tão antiga, grandiosa e memorável, feita pelas gentes da sua comunidade!

Nascidas em 1150, data em que é fundada uma igreja dedicada ao São João na cidade de Braga, foi ao longo do século XVI que as festividades se afirmaram como uma das festas de São João que mais pessoas envolvia, sobretudo em número de espectadores.

Com atividades onde o profano se fundia com o religioso, a Corrida do Porco Preto converteu-se num dos momentos mais importantes do calendário sanjoanino de Braga, a que se juntaram, já no século XVIII, os mascarados e bailes bíblicos.

Consolidada na história como a celebração sanjoanina mais antiga de Portugal, Braga vivia, em meados do século XIX, duas romarias importantes e, simultaneamente, coincidentes: a do São João da Ponte e do São João do Souto.

Se a primeira tinha como característica principal a realização de uma feira franca, que acontecia na envolvente da capela de São João, a segunda juntava às habituais celebrações religiosas uma procissão, onde o cortejo sanjoanino com a Dança do Rei David e o Carro dos Pastores eram os protagonistas.

Cada vez mais atrativa para a comunidade bracarense, mas também para forasteiros, é no final do século XIX que a cidade dá um importante passo para a concretização da união dos dois festejos sanjoaninos, passando, em 1983, a ser designada uma comissão de festas encarregue de perpetuar as festas de São João de Braga.

As festas de São João de Braga acabaram por se confirmar como as festas maiores da cidade de Braga, graças ao envolvimento da Câmara Municipal e da Associação Comercial da cidade, vendo o número de eventos, de instituições, de pessoas envolvidas e de espectadores aumentar ano após ano.